NETFLIX cresce absurdamente devido ao surto de Coronavírus

O aumento nas buscas se correlaciona com o período em que o mundo começou a sentir os efeitos da pandemia do COVID-19. À medida que o vírus se espalha, a maioria dos governos incentiva as pessoas a ficar em casa até que a situação seja contida. À medida que as pessoas ficam em casa, recorrem a plataformas como a Netflix para entretenimento.

Ficar em casa e evitar reuniões sociais é uma medida preventiva essencial para conter a propagação do vírus. Para conseguir isso, os países declararam bloqueios para manter as pessoas em casa até que a crise seja gerenciada.

Para acompanhar o status do Coronavírus no mundo, sugerimos uma atenção especial a esta matéria, onde citamos os principais sites de acompanhamento da doença.

Geralmente, a Netflix é um importante beneficiário da mudança de comportamento provocada pela pandemia. A empresa viu um aumento nos usuários em regiões atingidas pelo coronavírus. Essa tendência pode continuar à medida que o COVID-19 continua se espalhando pelo mundo.

Na Europa, que está entre as regiões mais afetadas, a Netflix resolveu reduzir a qualidade do streaming por pelo menos um mês para evitar que a Internet entre em colapso devido ao uso sem precedentes devido à pandemia. A empresa reduziu a taxa de bits de filmes na Europa em cerca de 25%.

Ao mesmo tempo, outras plataformas de streaming como o Amazon Prime também estavam considerando adotar a estratégia em resposta aos desafios criados pelo Coronavírus. Não está claro se esse movimento será realocado para outras regiões do mundo, mas trouxemos os gráficos abaixo diretamente do Google Trends para explicar esse fenômeno:

Gráfico de buscas ao longo do tempo

Gráfico com as regiões com maior volume de pesquisa

Assuntos relacionados em maior ascenção

Documentário da Netflix, Tiger King – Fonte: Netflix

Resultado demonstrando o enorme salto do Tiger King nas consultas

Siga-nos no:

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

YouTube
YouTube
Instagram
Pinterest
Pinterest
fb-share-icon
LinkedIn
LinkedIn
Share
Nos siga por Email
RSS